Bolsonaro sobre atritos com Moraes: “Estão pacificados”

Política Nacional

O presidente Jair Bolsonaro estreou a série de sabatinas do Jornal Nacional com os candidatos à Presidência da República nesta segunda-feira (22). No início da entrevista, o âncora William Bonner questionou o chefe do Executivo sobre a desconfiança a respeito das urnas eletrônicas e dos recentes atritos com o Tribunal Superior Eleitoral, principalmente no que diz respeito ao presidente da Corte, ministro Alexandre de Moraes.

Bolsonaro disse que “quem vem sendo perseguido por um ministro sou eu, em uma investigação ilegal”. No entanto, deu a entender que a tensão entre os poderes “está pacificada”.

– Ao que tudo indica, está pacificado – declarou o mandatário, que reforçou, mais uma vez, que aceitará o resultado das eleições, “desde que haja transparência no sistema eleitoral”, em referência a uma possível auditoria do equipamento eletrônica.

O discurso de Bolsonaro coincide com a atitude tomada na posse de Alexandre de Moraes na última terça-feira (16), quando ambos tiveram uma postura amistosa um ao outro, inclusive com risadas e diálogos particulares.

O apresentador do Jornal Nacional ainda afirmou que Bolsonaro estaria fazendo ameaças contra a democracia brasileira. Questionado sobre suas críticas ao Judiciário e às urnas eletrônicas, Bolsonaro acusou Bonner de divulgar fake news.

– Você não está falando a verdade quando fala em xingar. É uma fake news da sua parte – ilustrou.

Bonner então negou ter dito alguma mentira e reforçou a pergunta sobre as eleições. O presidente então garantiu que o pleito vai ocorrer.

– Fique tranquilo, Bonner. Teremos eleições (…) Tenho certeza que o ministro Alexandre de Moraes vai conversar [com as Forças Armadas] e chegar a um bom termo – ressaltou.

Fonte: Pleno News

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *