O deputado federal José Medeiros (PL), aliado do governo na Câmara, deu início nas redes sociais a uma campanha de boicote às lojas Renner. Ele critica o dono da rede por ter assinado a carta em defesa à democracia. O documento foi elaborado por ex-alunos de direito da Universidade de São Paulo (USP) e conta com mais de 600 mil signatários.

Nas palavras de Medeiros, José Galló, o executivo responsável pelo sucesso da empresa, assinou o “manifesto contra Jair Bolsonaro”. Segundo ele, apoiadores do presidente “podem viver sem as lojas Renner”.

A declaração de Medeiros foi feita por meio do Twitter. Junto do texto, consta ainda a foto de Galló. A publicação já recebeu mais de 27 mil curtidas e quase nove mil compartilhamentos, entre eles, de Eduardo Bolsonaro.

A Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Estado democrático de Direito tem gerado críticas do presidente Jair Bolsonaro. O chefe do Executivo disse que empresários que aderiram a matéria são “mamíferos”. Nesta terça (2), em novo desabafo, ressaltou que “esse pessoal que assina esse manifesto é cara de pau, sem caráter”.

Em resposta à carta, advogados alinhados ao presidente também elaboraram um abaixo-assinado em defesa de Jair Bolsonaro e das liberdades individuais. O texto, que argumenta que “não há democracia sem respeito às liberdades”, tinha mais de 732 mil signatários também até a manhã desta terça.

Fonte: Pleno News