O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a se pronunciar sobre a Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Estado democrático de Direito. Após chamar o texto de “cartinha” e dizer que empresários signatários são “mamíferos”, ele reiterou, nesta terça-feira (2), que quem aderiu a matéria é “cara de pau” e “sem caráter”.

A declaração foi dada durante uma entrevista à Rádio Guaíba. O manifesto, organizado por juristas e pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FDUSP), ultrapassou a marca de 500 mil assinaturas, de acordo com os organizadores.

– Esse pessoal que assina esse manifesto é cara de pau, sem caráter, não vou falar outros adjetivos aqui porque sou uma pessoa bastante educada – criticou.

O documento foi elaborado na última terça-feira (26) e, segundo seus criadores, tem como objetivo defender a democracia e as urnas eletrônicas. O texto será lido na Faculdade de Direito da USP no dia 11 de agosto.

Sem citar nomes, mas escrito após diversos questionamentos do chefe do Executivo sobre a confiabilidade do sistema eleitoral brasileiro, a carta afirma que o Brasil “está passando por um momento de imenso perigo para a normalidade democrática, risco às instituições da República e insinuações de desacato ao resultado das eleições”.

Fonte: Pleno News