Uma foto publicada nas redes sociais do ex-presidente Lula (PT) repercutiu bastante neste sábado (2). A imagem em questão foi o registro de um ato realizado em Salvador que mostrou várias pessoas duplicadas. Após a postagem, internautas questionaram se o registro não teria sido manipulado para dar a impressão de que o evento pró-Lula estaria mais cheio do que realmente estava.

– Alô, TSE [Tribunal Superior Eleitoral]. Montagem para ludibriar o eleitor pode? – indagou a deputada Carla Zambelli.

Na foto, é possível notar claramente a aparição de algumas pessoas por mais de uma vez no mesmo registro – como, um homem de camisa verde listrada, outro vestindo um chapéu de palha e uma moça de boina vermelha. Outras pessoas se sobrepõem ou aparecem e desaparecem pela metade.

Ao portal G1, o fotógrafo oficial de Lula, Ricardo Stuckert, autor da foto polêmica, afirmou que aconteceu um problema técnico. De acordo com ele, a composição da imagem em formato panorâmico fez com que algumas pessoas acabassem sendo duplicadas por causa do software que junta as fotos.

– Fiz nove fotos para pegar o ângulo todo. Quando eu estava fotografando, o drone vai mexendo. Só que as pessoas estavam mexendo. O que aconteceu? As pessoas mexem, duplicou, e na hora que o software junta todas as nove fotos para fazer esse 180 graus, ele não juntou direito porque as pessoas mexeram – alegou.

Fonte: Pleno News