Na mesma entrevista em que Cesare Battisti criticou o ex-presidente Lula (PT), dizendo que o petista é capaz de tudo, o ex-terrorista teceu elogios ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. Para Battisti, o magistrado tem “dignidade e ética raras”.

– Ele tem uma dignidade e ética raras. Nunca deu um passo para trás, nem mesmo sob ameaça do Senado no momento de sua nomeação para o STF. É democrático e um progressista de convicção – disse o italiano ao jornal Folha de São Paulo.

O ex-terrorista contou também que Barroso, assim como ele, se decepcionou com Lula e o PT.

– Ele [Barroso] ficou profundamente decepcionado com as falsas promessas do PT e de Lula, promessas que viraram jogos de poder. Não deve nada a ninguém e segue os princípios de justiça social que são os mesmos dos meus – acrescentou.

Barroso atuou no processo de extradição de Battisti que tramitou na Corte durante o governo Lula. Em sua sabatina no Senado para ingressa no STF, o magistrado declarou que a Itália o transformou o ex-terrorista “numa espécie de símbolo de um acerto de contas com o passado”.

Aos 67 anos, Cesare Battisti está preso na Corigliano Rossano, penitenciária localizada na região da Calábria, na Itália. Ele foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na década de 70.

Fonte: Pleno News