Nesta terça-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de inauguração da duplicação da BR-101/SE, em Propriá, em Sergipe, e afirmou, em discurso, que lamenta a “perda do poder aquisitivo” da população. O presidente, no entanto, explicou que a questão ocorreu devido à “política do fique em casa” e também pela guerra na Ucrânia. Além disso, Bolsonaro ainda defendeu o “armamento para o cidadão de bem”.

Ele também afirmou que a recuperação deve ocorrer em breve.

– Lamentamos a perda do poder aquisitivo por essas questões da política do fique em casa e também por causa de uma guerra lá fora, mas estamos voltando à normalidade. Lamentamos o poder aquisitivo dos servidores públicos, mas tenho certeza de que brevemente isso será recuperado – pontuou.

Ainda durante a cerimônia, Bolsonaro voltou a falar sobre a questão das armas e disse que elas são necessárias para garantir “que a nossa democracia será preservada”.

– Nós defendemos o armamento para o cidadão de bem, porque entendemos que a arma de fogo, além de segurança pessoal para as famílias, também é segurança para nossa soberania nacional e a garantia de que a nossa democracia será preservada, não interessa os meios que porventura um dia tenhamos que usar – ressaltou.

Fonte: Pleno News