Neste sábado (14), Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, deu declarações a respeito dos casos de Covid-19 em seu país. Ele afirmou que o surto da doença na província de Pyongyang colocou o país em uma “grande turbulência”. As informações são da Reuters e do Metrópoles.

Kim avaliou que são necessários esforços para superar o surto.

A Coreia do Norte informou que mais 296 mil pessoas ficaram com sintomas de febre e outras 15 morreram. No entanto, não há detalhes de quantos desses casos são Covid-19.

Ao todo, 42 pessoas morreram desde que o país decretou confinamento, na quinta-feira (12).

Essa é a primeira vez que autoridades do país confirmam um surto da doença. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a campanha de vacinação contra a Covid-19 ainda não foi iniciada na Coreia do Norte.

Fonte: Pleno News