O lançamento da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Planalto, tendo Geraldo Alckmin (PSB) como vice, acontece neste sábado (7), em São Paulo. O evento teve início às 10h30, no Expo Center Norte, e conta com a participação de lideranças políticas de partidos aliados, celebridades e representantes de movimentos sociais.

Diagnosticado com Covid-19 no dia anterior à cerimônia, Alckmin participou apenas à distância, por meio de vídeo. Em seu discurso, ele atacou o governo Bolsonaro, dizendo que o Brasil “sobrevive ao mais desastroso e cruel governo da sua história”. Ele prometeu uma gestão “realmente democrática” e agradeceu ao ex-presidente Lula por lhe dar o “privilégio de sua confiança”.

– Serei um parceiro leal, seriamente compromissado com seu propósito de fazer o Brasil um país mais justo e economicamente mais forte – disse o ex-rival a Lula.

O petista discursou logo após Alckmin, por volta de 12h15. Ele classificou esse momento político como “especial” devido à união de diversas forças progressistas em torno de uma só candidatura. Os partidos que oficializaram apoio à chapa são PCdoB, PSOL, Rede, PV e Solidariedade.

O ex-presidente ainda criticou a gestão Bolsonaro, dizendo que a soberania e a democracia do país vem sendo “constantemente atacadas pela política irresponsável do e criminosa do atual governo”.

– Ameaçam, desmontam, sucateiam, colocam a venda nossas empresas mais estratégicas, nosso petróleo, nossos bancos públicos, nosso meio ambiente – enumerou, prometendo “restaurar a soberania do país”.

Quem também marcou presença no evento foi a ex-presidente Dilma Rousseff, que até então havia sido mantida de escanteio na campanha. Na cerimônia de hoje, entretanto, ela foi chamada ao palco pouco antes da entrada de Lula, aos gritos de “Dilma, guerreira da pátria brasileira”.

O pré-candidato ao governo de São Paulo, Fernando Haddad (PT) e seu rival nas urnas, Márcio França (PSB) também compareceram, assim como o líder do MTST (Movimentos dos Trabalhadores sem Terra) Guilherme Boulos (PSOL) e o deputado federal Marcelo Freixo (PSB).

Entre os famosos que participaram estão o ex-BBB Arthur Picoli, a cantora Tereza Cristina, que cantou o hino nacional, e a apresentadora Bela Gil, que mostrou uma retrospectiva das campanhas anteriores do ex-presidente.

Fonte: Pleno News