A baixa adesão ao evento pelo Dia do Trabalho em São Paulo, com a presença do ex-presidente Lula (PT), é de responsabilidade das centrais sindicais. É o que dizem aliados do petista, segundo informações de Igor Gadelha, do Metrópoles.

Petistas afirmaram que as centrais sindicais estão apresentando baixa capacidade de mobilização. Inclusive, o “fracasso” deste domingo não foi episódio inédito.

– Faz tempo que as centrais não estão conseguindo mobilizar – disse um aliado à coluna.

Ainda de acordo com os aliados, a adesão vem diminuindo sobretudo pelo fato de as centrais pararem de promover sorteios, alguns deles até de carros, para tentar atrair sindicalistas para esses atos.

O evento deste domingo deveria contar com uma fala do ex-presidente por volta de 13h. No entanto, os organizadores do evento acabaram adiando a participação de Lula para o meio da tarde, esperando o aumento do público devido ao show de Daniela Mercury marcado para às 17h. A estratégia, no entanto, não obteve êxito.

Fonte: Pleno News