O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a defender o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), a quem concedeu perdão na última quinta-feira (21). O presidente abordou o assunto durante a Agrishow, evento do agronegócio, em Ribeirão Preto (SP), nesta segunda-feira (25).

– Artigo 53 da Constituição não garante que os deputados podem falar o que bem entender? É inviolável? – questionou o presidente, que garantiu o cumprimento de seu decreto.

– O decreto da graça e do indulto é constitucional e será cumprido. No passado, soltavam bandidos e ninguém falava nada. Hoje, eu solto inocentes – afirmou.

Bolsonaro também disse gastar metade do seu tempo lutando contra “maus brasileiros” que entram com ação ou tomam decisões contra o governo federal. Ele teceu novas críticas de forma indireta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

– Se tivesse alguém lá com tanta preocupação com corrupção como tem com fake news, ajudaria muito o Brasil a estar em situação bem melhor – disparou o presidente sobre casos de corrupção em governos passados. Moraes é relator no inquérito das fake news no STF.

Fonte: Pleno News