Dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) estariam insatisfeitos com o trabalho do marqueteiro Augusto Fonseca. Eles querem trocar o responsável pelo marketing da campanha do ex-presidente Lula ao Planalto. As informações são do colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

Um dos nomes cotados para a substituição é o do publicitário Sidônio Pereira. Ele foi a pessoa responsável pelo marketing da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência em 2018.

Sidônio também atuou em campanhas do atual governador da Bahia, Rui Costa (PT), e do ex-governador baiano e atual senador Jaques Wagner (PT-BA).

Conversas já teriam sido iniciadas com o publicitário.

A mudança se deve ao fato de que alguns petistas classificaram as peças de Fonseca como “sem emoção”. Além disso, surgiram críticas ao valor cobrado pelo marqueteiro: cerca de R$ 45 milhões.

Fonte: Pleno News