Nesta quarta-feira (20), especialistas e pesquisadores da Fiocruz realizaram um webinar para discutir o final da pandemia da Covid-19. O grupo avaliou a decisão do governo federal de revogar o estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional. As informações são do portal Metrópoles.

– A pandemia não acabou, a resposta é simples, clara e direta. Provavelmente não acordaremos um dia com um trio elétrico avisando que acabou, que voltamos ao normal. O final deve ser bem menos anunciado do que o início – disse o pesquisador Raphael Guimarães (Ensp/Fiocruz).

Os especialistas acreditam que é impossível decretar que a Covid-19 não é mais uma ameaça porque a comunidade internacional ainda não decidiu quais são os parâmetros de quantidade de casos e óbitos aceitáveis para determinar que a doença se tornou endêmica.

Além de Guimarães, participaram da transmissão ao vivo Carlos Machado, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz (Ensp/Fiocruz); Ethel Maciel, da Universidade Federal do Espirito Santo; Eduardo Hage, da Fiocruz Brasília; e Daniel Villela, coordenador do Programa de Computação Cientifica da Fundação (Procc/Fiocruz).

Ethel Maciel apontou que é necessário um período de transição para a criação de uma coordenação nacional que crie um protocolo de medidas operacionais. Segundo ela, no momento atual da pandemia no Brasil, com baixa nos casos e óbitos, é ideal para organizar a resposta para outras ondas da Covid-19.

Fonte: Pleno News