Em seu discurso, o presidente garantiu que as pessoas não ficarão sem alimentos.

– Dizer a vocês que o mundo já começa a ter dificuldades em alimentos e o Brasil cada vez mais desponta para essa solução. Você pode ficar sem muita coisa, mas sem alimento ninguém fica. Devemos esse trabalho a pujança do nosso negócio do campo a todos vocês – ressaltou.

Bolsonaro também falou sobre o encontro que teve com a diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala.

– Ela veio pedir para nós alimentos. Nós não temos estoques. Eu aproveitei dado a influência que ela tem [e pedi] que não deixe que o fluxo de fertilizantes seja interrompido em qualquer lugar do mundo. Pedi para ela também que o preço dos fertilizantes não suba como estão subindo – apontou.

O presidente ainda voltou a lembrar que o “homem do campo não parou mesmo durante a pandemia”.

– Sem segurança alimentar, o país não tem como prosperar. O homem do campo não parou mesmo durante a pandemia. Aumentou a produtividade daquilo que vocês produzem. Vocês estão de parabéns, além da segurança alimentar, garantiram divisas para o Brasil – pontuou.

Fonte: Pleno News