O escritor e filósofo brasileiro Henry Bugalho gerou polêmica neste fim de semana ao relatar que seu filho, uma criança de oito anos, nunca ouviu falar o nome de Jesus. Em contrapartida, segundo ele, o menino conhece Albert Einstein.

A publicação foi alvo de críticas no Twitter, sobretudo por ter sido feita na Semana Santa, um feriado cristão. Muitos não acreditam na veracidade da afirmação, haja vista que Jesus é um personagem histórico, sendo o centro de datas importantes como o Natal e a Páscoa.

– O filho do cara não sabe porque se comemora Natal??? Não montam arvore de Natal, nunca viu um Presépio? No shopping que eles vão tem o que no mês de Dezembro? Líderes de torcida com pom pom em meio aos carneirinhos, ovelhas e três machos? – disparou um internauta.

– Tá (sic) comemorando que o filho é ignorante num feriado civil que existe por causa dessa personalidade história no ano de 2022 (depois de Cristo). Kkkkk – comentou outro.

Outro fator contraditório na afirmação do escritor é o fato de ele viver na Espanha, um país de maioria católica. Segundo Henry, a criança não frequenta as aulas de Ensino Religioso na escola, e as pessoas que o rodeiam não são religiosas.

– E não é como se estivéssemos cercados de igrejas ou de devotos onde moramos. Não conheço ninguém que frequente alguma religião aqui – justificou.

Ainda segundo o escritor, em Madri, capital da Espanha, 60% da população se declara como não sendo religiosa.

Henry Bugalho é partidário da esquerda progressista, sendo inclusive crítico do presidente Jair Bolsonaro. Ele chegou a lançar um livro sobre o presidente brasileiro intitulado Meu Prazer é Matar. Outro livro de Bugalho, surpreendentemente, fala de Jesus. Em 2020, ele lançou O Rei dos Judeus.

Fonte: Pleno News