Nesta terça-feira (22), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) utilizou as redes sociais para rebater um “desafio” feito pelo coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos. Eduardo disse que não debate com “invasores de propriedade alheia” e sua prioridade é o Brasil.

O convite para o debate foi feito por Boulos nesta segunda-feira (21), após anunciar que iria desistir de disputar o governo de São Paulo para concorrer à Câmara. Em entrevista ao portal Uol, Boulos chamou Eduardo para um debate e afirmou que “como o apelido dele é ‘bananinha’, duvido que ele tope”.

O deputado federal, no entanto, compartilhou reportagens sobre as vezes em que Boulos foi preso.

– Não priorizo votos, mas sim o Brasil: reeleger Pr. Bolsonaro, aumentar base parlamentar conservadora e combater terroristas vagabundos. Sou policial e não debato com invasores de propriedade alheia, sanguessugas que defendem drogas, exploram miseráveis e lucram com bens roubados – afirmou.

Fonte: Pleno News