Nesta quarta-feira (16), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a Petrobras deveria reduzir o preço dos combustíveis. Ao falar com jornalista, o parlamentar citou a queda do preço do petróleo no exterior e a redução do valor do dólar, em comparação com valores do início de 2022.

O reajuste dos combustíveis da Petrobras foi anunciado no dia 10 de março, após 152 dias sem um aumento, de acordo com a empresa. No total, a gasolina teve alta de 18,7%; o diesel de 24,9%; e o gás de cozinha de 16%. Segundo a Petrobras, o movimento “vai no mesmo sentido de outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda”.

Ao comentar sobre os aumentos, o presidente da Câmara afirmou que seria importante a empresa reavaliar a decisão.

– O barril sobe a gente aumenta. O barril baixa a gente não baixa? É importante que a Petrobras recue o preço do aumento que deu, porque o dólar está caindo e o barril está caindo, são os 2 componentes que fazem a política de preços da Petrobras – apontou.

Lira também disse ter achado muito alto o reajuste da empresa.

– A única crítica que eu fiz é que a Petrobras não precisaria ter dado um aumento do tamanho que deu de uma vez só – ressaltou.

Fonte: Pleno News