O embaixador do Brasil na Organização das Nações Unidas (ONU), Ronaldo Costa Filho, fez críticas à atuação do Conselho de Segurança no conflito entre a Rússia e a Ucrânia. Segundo o diplomata, o grupo tem “falhado” em solucionar a guerra.

– Não podemos ignorar o papel que o Conselho deve desempenhar, mas que não está desempenhando na situação atual. Uma série de reuniões foram realizadas nesta câmara sob a situação na Ucrânia e parece que não importa quantas reuniões convoquemos, um cessar-fogo e um fim de todas as hostilidades ainda permanece uma solução evasiva – disse.

Ele seguiu com a crítica.

– Isso não é um paradoxo, ao contrário, é uma falha do Conselho de agir de uma forma construtiva em endereçar esse tópico – concluiu.

Costa Filho defendeu ainda que o posicionamento do Brasil é cobrar dos outros integrantes do Conselho uma solução para pôr fim ao conflito entre Rússia e Ucrânia.

USINA NUCLEAR
A reunião do Conselho de Segurança da ONU foi convocada nesta sexta-feira (4) para discutir sobre o incêndio na maior usina nuclear da Europa, que fica na Ucrânia e foi tomada pelos militares russos.

A embaixadora dos EUA, Linda Thomas-Greenfield, considerou a ação russa como “incrivelmente imprudente e perigosa e ameaçou a segurança dos cidadãos na Rússia, Ucrânia e Europa”.

Fonte: Pleno News