Nesta segunda-feira (21), o senador Randolfe Rodrigues decidiu pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que abra uma investigação contra o procurador-geral da República, Augusto Aras. O motivo é apurar uma possível prevaricação por parte do PGR.

A iniciativa tem por base um pedido feito por Aras para arquivar um inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro. O caso em questão tratava do vazamento de uma investigação sigilosa. De acordo com o inquérito da Polícia Federal (PF), Bolsonaro teria cometido crime ao vazar informações de um inquérito sobre um ataque hacker a computadores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No pedido, enviado ao ministro Alexandre de Moraes, Randolfe aponta que o “PGR tem dado inúmeras desculpas meramente protocolares e formais – notadamente ao tentar transferir a responsabilidade para o Senado Federal pela sua inação, mesmo tendo recebido o relatório e todo o robusto arcabouço probatório há mais de 100 dias – para atrasar o processamento das demandas no Ministério Público Federal”.

– ATENÇÃO! Acabamos de acionar o STF para investigar o Sr. PGR, Augusto Aras, por prevaricação. Mesmo com a PF apontando o crime, Aras se manifestou pelo arquivamento de inquérito em que se atribuiu ao Bolsonaro a prática de crime de violação de sigilo – afirmou.

A petição de Randolfe pode ser vista aqui.

Fonte: Pleno News