O comentarista Adrilles Jorge usou as redes sociais para negar que tenha feito um gesto nazista durante um debate no programa Jovem Pan News. Ele foi afastado da emissora.

– A insanidade dos canceladores ultrapassou o limite da loucura. Depois de um discurso meu veemente contra qualquer defesa de nazismo, um tchau é interpretado como um saudação nazista. Nazista é a sanha canceladora que não enxerga o próprio senso assassino do ridículo – escreveu ele, no Twitter.

Na manhã desta quarta-feira (9), Adrilles divulgou um vídeo no qual se defende das acusações de apologia ao nazismo.

– Estou sendo cancelado desde ontem por um suposto gesto que foi interpretado de maneira deturpada, absurda, surreal, como um gesto de saudação nazista – diz ele, na gravação.

Em outro tuíte, ele destacou que foi demitido da Jovem Pan por “dar um tchau deturpado por canceladores”.

– Fui demitido da Jovem Pan por dar um tchau deturpado por canceladores. Infelizmente a pressão de uma turba canceladora e sua sanha de sangue surtiram efeito. Agradeço à Jovem Pan pela oportunidade e a todos os amigos que lá conquistei e que em mim confiam e apoiam.

O comentarista Adrilles Jorge foi afastado da Jovem Pan após ser acusado de fazer um gesto associado a uma saudação que remete ao nazismo. Por isso, ele não deve participar do programa Morning Show desta quarta-feira (9). O suposto gesto foi feito durante um debate sobre o caso do apresentador Monark, que defendeu a existência de um partido nazista no Brasil e acabou sendo desligado do Flow Podcast na terça-feira (8).

 

Fonte: Pleno News