Nesta terça-feira (8), a deputada estadual Janaina Paschoal, de São Paulo, criticou a invasão à Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Curitiba (PR). O ato foi liderado pelo vereador Renato Freitas (PT) e aconteceu no sábado (5). Para a deputada, a invasão foi “simbólica”.

Na ocasião, militantes entraram na igreja segurando bandeiras do PT e do PCdoB e gritaram palavras como “racistas” e “fascistas”, ignorando os pedidos do padre para que o tumulto cessasse.

Ao criticar o ato, Janaina perguntou o motivo de a esquerda tomar “alguns preconceitos como politicamente corretos”.

– Por que a esquerda toma alguns preconceitos como politicamente corretos? O que pessoas rezando na igreja têm a ver com uma morte brutal ocorrida em outro contexto? Que protesto sem sentido é esse? Religiosos são tratados como criminosos por serem religiosos? É isso? Não me calo quando mulheres são responsabilizadas por obras que caem apenas por serem mulheres. Não posso me calar [também] diante da absurda invasão da missa e da tentativa de misturar religião com culpa por um homicídio. E eles querem voltar ao poder! Simbólica esta invasão! Acordem! – apontou.

Fonte: Pleno News