Políticos usaram as redes sociais, na manhã desta sexta-feira (21), para lamentar a morte da mãe do presidente Jair Bolsonaro. Olinda Bolsonaro tinha 94 anos e faleceu na madrugada desta sexta. Ela estava internada em um hospital em Registro, interior de São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada.

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) emitiu uma nota de pesar.

– A SECOM une-se a toda a equipe de governo e aos brasileiros em condolências e orações pelo falecimento da senhora Olinda Bonturi Bolsonaro, mãe do Presidente Jair Bolsonaro. Que Nosso Senhor acolha a alma de Dona Olinda e ampare o senhor Presidente e demais familiares – destacou o texto da Secom.

Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, expressou solidariedade ao presidente.

– Meus sentimentos, presidente! O amor dos filhos é evidência de vida justa na terra e galardão no céu. Pela infinita misericórdia de Cristo, que veio para nos salvar pelo seu sacrifício na cruz, temos a fé que ela está com os eleitos junto de Deus. Força presidente – escreveu.

O deputado Eduardo Bolsonaro, neto de Olinda, também se manifestou.

– Na memória momentos doces da minha infância até os mais recentes com ela e sua risada peculiar – escreveu ele.

A ministra Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse estar em oração pela família Bolsonaro.

– Dona Olinda Bolsonaro, a mãe que ele [Bolsonaro] tanto amou e honrou, foi para o céu. Força Michelle! Força meninos! Descanse em paz Dona Olinda – declarou Damares.

O ministro do Turismo, Gilson Machado, publicou um vídeo em que ele aparece tocando a música Asa Branca, de Luiz Gonzaga, para Olinda Bolsonaro.

Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente, também postou uma mensagem de pesar à família.

Fonte: Pleno News