De olho no voto dos endividados, o pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) “reciclou” a proposta de regularizar o nome dos eleitores junto órgãos de proteção de crédito. A ideia já havia sido apresentada pelo pedetista nas eleições de 2018.

No programa de Ciro, ele sugere a implementação de um programa federal para refinanciar os débitos da população e, desta forma, reorganizar e estimular o poder de compra das famílias.

– Você sabia que cerca de 60% do consumo do que é produzido no Brasil vem das famílias? Esse consumo é produto imediato de três fatores: emprego, renda e crédito. Por isso defendo um programa de refinanciamento governamental que ajude nosso povo a limpar o nome no SPC e Serasa – disse.

Dados do Serasa apontam que cerca de 62 milhões de brasileiros encerraram o ano de 2021 com alguma dívida. Metade deste público já estava com a renda inteiramente comprometida.

A candidatura de Ciro Gomes ao Palácio do Planalto será oficializada (21), em Brasília, em evento promovido pela Convenção Nacional do PDT.

Fonte: Pleno News