De volta ao Brasil para, provavelmente, ser candidato a presidente da República em 2022, o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, resolveu vender todos os móveis e utensílios domésticos da casa onde morou ao longo do último ano com sua esposa, Rosângela, nos Estados Unidos. Para isso, o ex-juiz vem apelando até para sites de vendas.

De acordo com a colunista Bela Megale, do jornal O Globo, fazem parte da lista objetos como poltronas, abajures, mesas, cômodas e até bicicleta ergométrica. Segundo a publicação, os itens foram fotografados e anunciados por Rosângela em sites de venda dos EUA, similares à famosa plataforma brasileira OLX, e em grupos de WhatsApp.

No que diz respeito ao preço pedido pelos itens, um tapete de fibras usado na cozinha foi anunciado por 35 dólares (R$ 197), as cadeiras foram anunciadas por 20 dólares (R$ 113) e uma cômoda por 100 dólares (R$ 565). Segundo Megale, praticamente todos os itens da casa onde o casal viveu em Maryland já foram vendidos.

Ao longo deste mês, Moro deve ir aos Estados Unidos para ajudar a esposa a finalizar a mudança. Rosângela, que tinha ficado no país para organizar os últimos detalhes do retorno ao Brasil, deve voltar com o ex-juiz.

A estratégia de vender itens pela internet já havia sido adotada por Moro quando ele pediu demissão do governo federal. Na ocasião, o ex-ministro anunciou no grupo de WhatsApp do ministério os itens de seu apartamento na capital federal.

Fonte: Pleno News