Para o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o presidente Jair Bolsonaro não tem mais como voltar atrás em relação a sua filiação ao PL. As informações são do colunista Igor Gadelha, do Metrópoles.

De acordo com a coluna, Lira disse a aliados que uma eventual desistência do chefe do Executivo pode levar à ruptura da legenda de Valdemar Costa Neto com o governo.

Na terça-feira (16) Lira chegou a avaliar que o anúncio da entrada de Bolsonaro no PL foi “apressado”, embora ele não tenha dúvidas de que os dois chegarão em consenso para concretizar a filiação.

Após se reunir com dirigentes regionais do PL em Brasília nesta quarta-feira (17), Valdemar Costa Neto afirmou que o Partido Liberal está pronto para receber Bolsonaro. Valdemar, inclusive, recebeu “carta branca” dos dirigentes para movimentar a filiação do chefe do Planalto.

Embora o evento de filiação de Bolsonaro ao PL, previsto para o dia 22 de novembro, tenha sido cancelado durante a viagem do presidente, a expectativa entre os dirigentes do partido é que o casamento de Bolsonaro com a sigla seja celebrado ainda este ano.

Fonte: Pleno News