Uma publicação feita pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) causou polêmica nas redes sociais por utilizar a chamada “linguagem neutra”. Ao convidar seus seguidores para um recital, que ocorreu nesta quarta-feira (17), a instituição utilizou a palavra “pretes” em lugar de “pretos”.

Universidade usa linguagem neutra e é criticada

Universidade usa linguagem neutra e é criticada

O evento, chamado de Arte de Pretes, fez parte da Semana da Consciência Negra da universidade. No entanto, a UERN acabou sendo critica ao utilizar a palavra.

A utilização de expressões vocais sem gênero, como “menine”, em vez de “menino” ou “menina”, é uma pauta defendida pela comunidade LGBTQIA+, mas que sofre resistência por parte de conservadores. O tema é discutido no Congresso Nacional desde o ano de 2020.

Fonte: Pleno News