Nesta quarta-feira (17), durante um evento da Faculdade de Direito da Universidade Harvard, nos Estados Unidos (EUA), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que os atos ocorridos no Brasil no Dia da Independência marcaram o “sepultamento do golpe”. A informação foi dada pela colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

A declaração ocorreu durante um debate com o cientista político Steven Levitsky. De acordo com o veículo, a fala de Barroso teve por base a falta de apoio a uma suposta “ofensiva antidemocrática”.

Durante o debate, Barroso apontou que democracias pelo mundo estão sob pressão do populismo, do extremismo de direita e do autoritarismo e que as instituições no Brasil resistiram a essas três forças.

Já Levitsky discordou de Barroso sobre a resistência às ameaças.

– Não sei se eu sou tão otimista quanto o ministro Barroso – destacou.

Fonte: Pleno News