Com a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Partido Liberal (PL) mais próxima de acontecer, opositores do presidente que integram a sigla já planejam seu futuro. E de acordo com o colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles, um dos primeiros que deve deixar a legenda é Maurício Quintella.

Quintella é o presidente nacional do PL em Alagoas e foi ministro dos Transportes no governo do ex-presidente Michel Temer. Ele atualmente atua como secretário de Infraestrutura de Alagoas.

De acordo com o veículo, Quintella não pretende se afastar do governador Renan Filho (MDB) para apoiar Bolsonaro.

– Se Bolsonaro vier, não fico. Estou aguardando o desenrolar do processo, mas essa é uma decisão tomada – afirmou à coluna.

Na tarde desta quarta-feira (17), presidente de diretórios regionais do PL estiveram reunidos e deram “carta branca” ao presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto, para negociar a filiação de Bolsonaro.

Quintella , no entanto, não esteve presente no encontro, já que viajou para o Canadá.

Fonte: Pleno News