Nesta domingo (14), o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), comentou a decisão do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e do ex-procurador Deltan Dallagnol de candidatarem nas eleições de 2022. Em entrevista à CNN Brasil.

Gilmar está em Lisboa, em Portugal, para o IX Fórum Jurídico de Lisboa. Ao ser questionado sobre a iniciativa de Moro e Dallagnol, Gilmar afirmou que é preciso “comemorar a sinceridade”.

– A política e os políticos devem comemorar a sinceridade. Se [eles] faziam política antes exercendo cargo de procurador e de juiz, agora o farão no campo certo, no campo da política, filiando-se a um partido político. Certamente terão que prestar contas do que fizeram no passado – apontou.

Moro se filiou ao Podemos na semana passada e tem pretensão de disputar a Presidência da República. Já Dallagnol deve se filiar ao mesmo partido em dezembro e concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados no ano que vem.

Para Gilmar Mendes, a decisão de ambos parece demonstrar de que eles “talvez já fizessem política antes”.

– De fato, é a demonstração de que talvez já fizessem política antes, com uma outra camisa. Agora farão política a partir da vestimenta de um partido político e jogando no campo adequado. Boa sorte [a eles] – ressaltou.

Fonte: Pleno News