O ministro Dias Toffoli (foto), do STF, foi sorteado como o relator da ação apresentada pela Rede Sustentabilidade contra Jair Bolsonaro por acusações de ataques a jornalistas em Roma, durante sua passagem pela cidade para participação no G20.

O partido pede que a Presidência da República seja obrigada a adotar meios necessários para assegurar o livre exercício da imprensa, bem como “garantir a integridade física de jornalistas e demais profissionais da mídia, durante a cobertura dos atos do presidente”.

No último domingo (31), no fim da cúpula do G20, o presidente Jair Bolsonaro saiu para encontrar apoiadores perto da embaixada brasileira, no centro de Roma. Jornalistas que faziam a cobertura alegam hostilidade e agressividade dos seguranças que estavam ao redor do presidente, com quem queria fazer perguntas ao chefe do Executivo.

Fonte: Pleno News