A apresentadora Xuxa Meneghel, de 58 anos, foi mais uma das famosas a disparar críticas contra o jogador de vôlei Maurício Souza. Em suas redes sociais, a veterana condenou o atleta por “suas frases ultrapassadas”. Ela ainda se referiu aos apoiadores de Maurício como “gado” e sugeriu que os conservadores “vivessem todos juntos”.

– O mais vergonhoso é saber que o “gado” aceita e segue preconceituosos, racistas e homofóbicos em nome de Deus e da pátria. O ideal seria se eles vivessem todos juntos, em um lugar, só uma tribo e deixassem nós vivermos em harmonia, sem julgar nada e nem ninguém, respeitando as nossas condições, escolhas, desejos. Coisas que eles nunca vão fazer.

Na avaliação da apresentadora, o Brasil está retrocedendo ao endossar opiniões como as de Maurício.

– A única coisa que posso dizer é que o mundo está andando para frente e nós estamos voltando séculos atrás. Que vergonha! – digitou Xuxa.

EDUARDO BOLSONARO CRITICA ‘MILITÂNCIA GAYZISTA’
Neste domingo (31), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) utilizou as redes sociais para celebrar o número de seguidores conquistados pelo atleta Maurício Souza em suas redes sociais após a polêmica dos últimos dias. Em sua conta do Instagram, o parlamentar ainda criticou a “militância gayzista”.

O episódio teve início após Maurício Souza postar a imagem do novo Super-Homem, que se assumiu bissexual, beijando outro homem. Na ocasião, o atleta fez comentários críticos sobre a situação. Diante da repercussão, patrocinadores pressionaram o Minas Tênis Clube, que acabou dispensando o jogador.

A situação “bombou” nas redes sociais, o que levou Maurício a ser criticado e também a receber o apoio de diversas pessoas. O atleta, inclusive, chegou a ganhar milhares de seguidores no Instagram em poucos dias.

Ao comentar as consequências do “cancelamento”, Eduardo destacou que Maurício já tem mais de 2,4 milhões de seguidores.

– Maurício já tem mais seguidores (2,4 mi) do que os supostos ofendidos que a militância gayzista diz haver – apontou.

Fonte: Pleno News