O deputado federal Sargento Fahur se posicionou nas redes sociais acerca de uma declaração polêmica de Fafá de Belém. Durante um show, a cantora falou em preparar um prato com um ingrediente venenoso para o presidente Jair Bolsonaro.

– Vou fazer uma maniçoba. Mas nessa, vou cozinhar a maniva por três dias para dar ao presidente – afirmou.

A maniçoba é um prato típico do Pará semelhante a uma feijoada. A maniva, folha moída da mandioca, tem de ser cozida por sete dias. Se consumida antes disso, pode levar uma pessoa a óbito.

Sargento Fahur questionou se acaso a declaração fosse dada por uma pessoa de direita. Ele previu que a “turma da lacração” certamente não deixaria barato.

– Se alguém de direita dizer que vai envenenar alguma pessoa a turma da lacração cai de pau. Mas como foi a múmia da Fafá, fica por isso mesmo – desabafou.

Fonte: Pleno News