Nesta sexta-feira (8), o senador Flávio Bolsonaro utilizou as redes sociais para rebater as críticas feitas ao seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, por vetar um projeto de lei que determinava a distribuição gratuita de absorventes a mulheres de baixa. Em sua conta do Instagram, ele abriu uma enquete para alfinetar o PT por não ter realizado nenhuma ação do tipo quando governou o país.

O projeto foi aprovado pelo Congresso no dia 14 de setembro e cria o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual. Ao sancionar a proposta, Bolsonaro vetou dois artigos: um que previa a distribuição gratuita dos absorventes e o outro que definia quais seriam as beneficiárias. Ele disse ter sido “obrigado a vetar” a medida porque o projeto não definia de onde sairiam os recursos para bancar os gastos.

Ao abordar o assunto, Flávio perguntou “quantos absorventes foram distribuídos pelo PT em 14 de anos de governo?”. As respostas são “nenhum” ou “zero”.

Em outra publicação, o senador compartilhou um vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro explicou sua decisão.

Fonte: Pleno News