EUA acusam China de promover ciberataques a outros países

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acusou nesta segunda-feira (19) o governo da China de promover a criação de um “ecossistema” que facilitou ciberataques de hackers a outros países e de fomentar tais atos criminosos “para seu próprio benefício financeiro”.

Em comunicado, Blinken comentou a acusação feita pelos Estados Unidos, pela União Europeia, pela Otan e por outros cinco países, segundo os quais hackers apoiados pela China foram os responsáveis pelo ciberataque global ocorrido em março contra a Microsoft.

Blinken apontou diretamente para o Ministério de Segurança Nacional do governo chinês por ter “promovido” o “ecossistema de hackers” cujas atividades são “financiadas pelo Estado em benefício próprio”.

O secretário lembrou que o governo americano, juntamente com aliados, confirmou que os atores cibernéticos “relacionados” com o ministério citado “exploraram vulnerabilidades” na Microsoft nesse ataque, que afetou milhares de redes e computadores em todo o mundo, a maioria no setor privado.

Além disso, Blinken confirmou que o Departamento de Justiça dos EUA acusou três funcionários do ministério chinês e um dos seus contratantes. De acordo com o secretário, os Estados Unidos irão pressionar para que haja “consequências” para estas ações e para o comportamento “irresponsável” da China.

*EFE

Fonte: Pleno News