Vereadores de SP avaliam cobrar taxa de R$ 2 por corrida em Uber

O presidente da Câmara dos Vereadores de São Paulo (SP), Milton Leite (DEM), estuda implementar a cobrança de uma taxa de R$ 2 para cada embarque da Uber na capital.

O vereador justifica a adoção do imposto como uma “compensação financeira” para a prefeitura paulista, uma vez que “muitos carros do aplicativo saem de São Paulo para pegar passageiros” em cidades vizinhas.

– Não é legítimo que gastem o pavimento, paguem uma miséria e vão embora. Já que também pegam passageiros em qualquer lugar fora de São Paulo, então que paguem a taxa de embarque no valor compensatório ao município – defendeu Leite na sessão da última terça (13).

O pleito do vereador leva em consideração que, atualmente, prefeituras incluem uma tarifa de “regulação municipal” quando uma corrida sai de São Paulo para outro município. No entanto, nenhuma taxa é aplicada quando um passageiro chega à capital paulista de outra cidade por meio da Uber.

A proposta de Leite foi apresentada à Câmara à reboque da PL 445/2021, que libera a prefeitura para pegar empréstimos para fins de investimento. O PL já foi aprovado em primeira sessão.

Fonte: Pleno News