Renan envia carta pedindo que Seleção não jogue Copa América

O relator da CPI da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL), enviou uma carta aos jogadores da seleção brasileira pedindo para que não disputem a Copa América de Futebol no Brasil. De acordo com o senador, a decisão de não realizar o torneio “não é um ato político, é um gesto de respeito à vida”.

Em seu perfil no Twitter, o parlamentar disse que “a seleção é motivo de orgulho. Disputar a Copa pode até gerar troféu. Não disputar, em nome de vidas, significará sua maior conquista”. O texto traz quatro argumentos apontados por Calheiros como contrários à realização do evento.

Em seu perfil no Twitter, o parlamentar disse que “a seleção é motivo de orgulho. Disputar a Copa pode até gerar troféu. Não disputar, em nome de vidas, significará sua maior conquista”. O texto traz quatro argumentos apontados por Calheiros como contrários à realização do evento.

No sábado (5), a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) fez uma reunião por videoconferência que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro. Novamente, o chefe do Executibo manifestou apoio à realização do evento no país.

Há indicativos de que o elenco da seleção brasileira pode se recusar a participar o evento. Líderes da equipe prometeram se pronunciar após o jogo da próxima terça-feira (8), contra o Paraguai, em Assunção, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

*Com informações do Estadão

Fonte: Pleno News