PT pede moção de repúdio contra Bolsonaro após foto do presidente com “CPF Cancelado” junto à Sikêra Júnior

A foto do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido) ao lado do apresentador Sikêra Júnior segurando uma placa de “CPF Cancelado”, causou bastante indignação em políticos de esquerda.

Após parlamentares irem até as suas redes sociais para repudiarem a imagem do Chefe de Estado, o repúdio ao ato não ficou somente na web. Ao menos 43 deputados do Partido dos Trabalhadores (PT) assinaram uma moção de repúdio contra o mandatário por consequência da fotografia.

O cartão que tem a forma de um documento é utilizado pelo jornalista grisalho em seu programa, ‘Alerta Nacional’, na Rede TV, quando algum bandido vem à óbito. No entanto, apesar da explicação da brincadeira, políticos e entidades de direitos humanos não aprovaram o gesto do Chefe do Poder Executivo e argumentaram que a expressão seria em referência à violência policial, além de não respeitar a conjectura atual da pandemia.

No texto, os parlamentares afirmam que Bolsonaro ‘desrespeita a família dos mortos’ com grande ‘crueldade’.

“Não basta o descaso com que o presidente trata a vida dos brasileiros na pandemia. Ele chega a ofender a memória dos mortos e aos seus familiares, em vários momentos e com tamanha crueldade que lembra a atitudes de psicopatas tripudiando de suas vítimas”, diz um trecho do documento.

Fonte: Portal BR7