Feliciano critica a esquerda e o socialismo: “Demônio e câncer”

Durante o CPAC Brasil realizado no domingo (7), o deputado e pastor Marco Feliciano (PL-SP) fez um discurso enfático, caracterizando a esquerda como um “demônio” e o socialismo como um “câncer”. Ele dirigiu-se aos participantes do evento em Balneário Camboriú (SC), encorajando-os a atuarem em prol da nação.

Feliciano destacou que, na sua visão, tudo que a esquerda toca acaba se deteriorando. Ele também mencionou situações vividas pelos parlamentares em Brasília, como a convivência com um pastor que defende o aborto e a percepção de que algumas mulheres, no contexto político e de debates, recorrem ao vitimismo.

– Tocaram nas mulheres, e aquelas que eram mulheres de fato agora estão piores do que qualquer coisa que se possa imaginar, porque sempre que debatemos, elas usam de “mi, mi, mi” – criticou.

O deputado reforçou a ideia de que, ao contrário da esquerda, os conservadores conseguem fazer com que as coisas prosperem. Ele concluiu seu discurso com uma chamada à ação, afirmando que é necessário retomar o poder da nação em nome de Jesus Cristo .

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies