Lula afirma que governo não tem como distribuir doações “na hora”

Política Nacional

Durante uma reunião ministerial emergencial realizada na segunda-feira (13), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) abordou a situação crítica do Rio Grande do Sul, destacando a incapacidade do governo de processar doações com a rapidez exigida pela população. Ele enfatizou a importância de um processo de reconhecimento e seleção criteriosa das necessidades antes de proceder com a distribuição dos donativos.

Lula explicou que a coleta e distribuição de doações demandam uma infraestrutura robusta e tempo considerável, além de um grande esforço de mão de obra. Ele também comentou sobre as causas das enchentes no Rio Grande do Sul, sugerindo que não foram apenas as chuvas intensas, mas também a negligência no cuidado com as comportas, que não receberam a devida atenção por um longo período.

O presidente ressaltou que o fenômeno das enchentes parece ter sido exacerbado pela falta de manutenção adequada das comportas, além das condições climáticas adversas.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *