O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) utilizou seu perfil na rede social X, similar ao Twitter, nesta quarta-feira (3), para comentar sobre o caso Choquei e as acusações de “gabinete do ódio”.

Sua publicação se baseia nas informações apresentadas no documentário “Choquei – Lacrando Vidas”, do empresário Daniel Penin, lançado na última segunda-feira (1º).

Bolsonaro afirma que existem “provas robustas e contundentes contra a chapa Lula/Alckmin” que revelam, inclusive, que “tudo o que o PT sempre acusou Jair Bolsonaro, nos vídeos, vê-se exatamente o contrário”. O ex-presidente também adverte para a estratégia da esquerda de “acuse-os do que você faz”.

Segundo ele, esses vídeos apresentam fortes elementos de “abuso de poder econômico” e “disparos em massa” (o verdadeiro “Gabinete do Ódio”) praticados pela chapa vencedora das eleições de 2022.

O documentário “Choquei – Lacrando Vidas” viralizou no YouTube. Ele expõe a rede de produção de notícias da agência Mynd8, que trabalha com grandes influenciadores do Brasil e páginas de fofoca.

O vídeo, que teve mais de 900 mil visualizações em menos de 24 horas, foca na responsável pela agência, Fatima Pissarra, e no trabalho da empresa com seus agenciados.

Com a repercussão do documentário, a Mynd8 retirou seu site do ar e Pissarra limitou os comentários em suas redes sociais.

Assista:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies