As medidas anunciadas pelo GSI visam reforçar a segurança presidencial e evitar cenas como as constatadas nos atos do dia 8 de janeiro deste ano, quando apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro invadiram o Palácio do Planalto e quebraram vidros do prédio.

A instalação de 708 novas câmeras de segurança, vidros blindados e pinos hidráulicos na base da rampa do Palácio do Planalto devem dificultar a entrada de pessoas não autorizadas nas instalações presidenciais.

A reformulação estrutural do GSI também deve contribuir para melhorar a segurança presidencial, com a criação de uma secretaria específica para a área e a retirada da coordenação de viagens, eventos e cerimonial da Secretaria de Segurança Presidencial.

É importante ressaltar que as medidas anunciadas pelo GSI são apenas uma parte do esforço necessário para garantir a segurança do presidente e de suas instalações. É preciso também investir em inteligência e prevenção, para identificar e neutralizar ameaças antes que elas se concretizem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies