Para votar em Pacheco e Lira, 11 ministros de Lula se licenciarão

Nesta quarta-feira (1º), os deputados federais e senadores iniciam os trabalhos desta nova legislatura e terão que escolher os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Para aumentar o número de votos para seus candidatos, o presidente Lula irá liberar 11 ministros de seus cargos para que participem das eleições.

Na Casa Alta, o Partido dos Trabalhadores e aliados apoiam a reeleição de Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Já na Câmara Federal, o candidato é Arthur Lira (PP-AL).

A orientação para que os ministros retornem aos seus mandatos partiu do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que é deputado federal e também irá se licenciar para poder participar da votação.

Entre os ministros de Lula há cinco senadores: Carlos Fávaro (Agricultura), Wellington Dias (Desenvolvimento Social), Renan Filho (Transportes), Camilo Santana (Educação) e Flávio Dino (Justiça).

Entre os deputados, além de Padilha, há outros cinco parlamentares eleitos: Daniela Carneiro (Turismo), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário), Luiz Marinho (Trabalho), Paulo Pimenta (Secom) e Juscelino Filho (Comunicações).

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies