Nesta quarta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro criticou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e afirmou que a Corte é “parcial” em favor do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva. Ele comentou a acusação feita por sua campanha sobre inserções de rádio que não foram veiculadas e disse esperar uma decisão do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes.

As declarações foram feitas durante conversa com jornalistas em Uberlândia (MG).

– Não está encerrado esse assunto aí. O presidente do TSE, estou esperando, aguardando dele porque ele é muito rápido, por exemplo, para punir, investigar empresários, prender gente. Agora, o problema está lá dentro do TSE e também com toda certeza o mínimo de boa vontade por parte do presidente do TSE pode chegar no PT – apontou.

O candidato à reeleição também afirmou que o TSE tem dado mais decisões positivas ao PT.

– É difícil você disputar uma eleição acirrada e tendo um TSE parcial. Um TSE que tem colaborado o tempo todo com tudo que o PT ajuíza lá – ressaltou.

Sobre a questão das inserções de rádio, Bolsonaro falou sobre a exoneração de um funcionário da Corte.

– O que eu vejo por parte do TSE [é que] quer dar como encerrado esse assunto com se o responsável fosse esse funcionário. Esse funcionário disse há muito tempo que vinha falando sobre as inserções nossas que não iam ao ar – destacou.

Fonte: Pleno News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies