Nesta quinta-feira (12), o ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) respondeu um comentário feito pelo presidente Jair Bolsonaro e afirmou que a eleição é um tema tratado pelas “forças desarmadas”, em trocadilho com as Forças Armadas, que tem se envolvido no pleito. De acordo com o site Poder 360, as declarações do ministro “desagradaram” o governo Bolsonaro.

A avaliação do governo e dos militares é que Fachin teria desprestigiado as Forças Armadas em alguns outros momentos, como ao não receber presencialmente o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, e também na resposta do TSE às sugestões para as eleições.

A fala de Fachin desta quinta ocorreu durante visita a uma sala do TSE onde são realizados testes nas urnas eletrônicas. Segundo o magistrado, o tema “diz respeito à população civil”.

– Quem trata de eleição são forças desarmadas e, portanto, dizem respeito à população civil que de maneira livre e consciente escolhe seus representantes. Logo, diálogo sim, colaboração sim, mas a palavra final é da Justiça Eleitoral – disse o ministro.

Fonte: Pleno News