Durante o ato de lançamento de sua pré-candidatura neste sábado (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a negar que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) integrará seu eventual governo como ministra. Segundo Lula, a “grandeza” da aliada “jamais caberia em um ministério”.

O presidenciável também afirmou que há pessoas que usam esse tema para tentar provocar “confusão” entre os dois.

– Tem muita gente, na perspectiva de criar confusão entre nós dois, que diz: “Você vai levar a Dilma para o ministério?”. Nem eu vou levar, e jamais a Dilma caberia em um ministério. Porque a Dilma tem a grandeza de ter sido a primeira mulher presidente da história deste país. Dilma, você não vai ser ministra, mas vai ser minha companheira de todas as horas como sempre foi – destacou Lula.

Em outras ocasiões, o petista já havia dito não achar certo um ex-presidente a ser ministro, por acredita que subordinar um ex-chefe do Executivo a outro provocaria uma inferiorização na “escala de autoridade”.

Vale lembrar, contudo, que durante a gestão Dilma, em 2016, a ex-presidente nomeou Lula como ministro da Casa Civil. No entanto, Gilmar Mendes, magistrado do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a decisão e Lula não chegou a poder exercer o cargo.

Fonte: Pleno News