Em discurso nesta quinta-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou ter se sentido “orgulhoso e feliz” consigo pela decisão de conceder indulto ao deputado federal Daniel Silveira. Segundo o chefe do Executivo, a medida não é apenas um aceno ao parlamentar, mas a todo o povo. As declarações ocorreram durante cerimônia de regularização fundiária realizada nesta manhã, em Paragominas, no Pará.

– Vocês viram durante a semana um ato do presidente da República com uma pessoa que estava sendo injustiçada. Isso que eu fiz não é apenas para aquele deputado, é para todos vocês. A nossa liberdade não pode continuar sendo ameaçada. Digo a vocês que me senti orgulhoso e feliz comigo mesmo pela decisão tomada – declarou ele.

Para o líder do Planalto, sua atitude foi de “extrema importância para a nossa democracia e à nossa liberdade”.

O chefe do Executivo ainda relatou que pede a Deus “coragem e muita força” para tomar suas decisões desde que assumiu a Presidência em 2019.

– E toda decisão que eu tomo, lembro de momentos como esse. Não interessa o meu futuro particular. Interessa o futuro da nossa nação – enfatizou.

Fonte: Pleno News