Um professor gay que lecionava como substituto no estado norte-americano de Ohio foi demitido no fim de março deste ano após distribuir pulseiras LGBT para estudantes do ensino médio. Jay Bowman trabalhava na Huntington High School, que fica na cidade de Chillicothe.

Em um comunicado publicado no domingo passado (27), o superintendente do distrito escolar local, Peter Ruby, declarou que Bowman violou as políticas do conselho ao falar sobre crenças pessoais, “tópicos políticos e religiosos, além de distribuir pulseiras”.

– Embora reconheçamos que existem diversos pontos de vista sobre esse assunto, essa política existe com o objetivo de garantir que todos os alunos se sintam confortáveis ​​em sala de aula – disse Ruby em uma carta à comunidade escolar.

Questionado se o distrito consideraria a temática LGBT como religiosa ou política, o superintendente esclareceu que Bowman tratou de outros tópicos com os estudantes além de questões LGBT. Aliado a isso, Ruby também disse que o distrito não disciplina professores substitutos por eles serem contratados por outras entidades.

– Nós simplesmente optamos por não usar aqueles que violam as políticas do conselho – ressaltou.

Ao falar sobre sua demissão em uma postagem feita no mesmo dia da nota emitida pelo chefe do distrito escolar, Bowman alegou que “tecnicamente, violou uma política” que ele não conhecia ao entregar as pulseiras, e ainda afirmou que teria “zero arrependimentos” do ato.

Fonte: Pleno News