Dois trabalhadores morreram na manhã desta sexta-feira (4) após um tanque de fluidos explodir na unidade fabril de uma cooperativa agrícola em Maringá, no Paraná. Durante o ocorrido, a cooperativa recebia a visita do ex-juiz Sergio Moro (Podemos). Mas ele estava distante do ponto onde a explosão aconteceu e passa bem.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os trabalhadores, de 32 e 36 anos, estavam soldando um tanque de fluidos, quando ocorreu a explosão. Técnicos da segurança de trabalho da unidade da cooperativa disseram que os dois homens estavam montando o tanque. A suspeita é que gases de resíduos de biodiesel tenham provocado a explosão.

Equipes de socorro, incluindo um helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram chamadas para atender a ocorrência. Os trabalhadores foram arremessados a mais de 20 metros do local após a explosão. De acordo com os socorristas, os homens estavam usando equipamentos de proteção.

A Cocamar, cooperativa onde o fato aconteceu, lamentou o ocorrido e informou que os trabalhadores que morreram eram de uma empresa terceirizada. A cooperativa afirmou ainda que adota rigorosos processos de segurança e que está prestando assistência às famílias das vítimas.

VISITA DO EX-JUIZ SERGIO MORO
No momento da explosão, Moro fazia uma visita à Cocamar, mas estava longe do local onde o fato ocorreu. A assessoria de imprensa da Cocamar confirmou que o ex-juiz estava na sede administrativa da empresa, enquanto o acidente foi na ala industrial. A comitiva de Sergio Moro deixou a empresa momentos depois da explosão.

Fonte: Pleno News