O presidente Jair Bolsonaro comentou, durante coletiva de imprensa em Moscou, na Rússia, sobre a conversa que teve com o presidente russo Vladimir Putin. Sem citar a crise entre o Kremlin e a Ucrânia, Bolsonaro declarou a Putin que o Brasil é “solidário à Rússia” e apoia “qualquer nação que busque a paz”.

– Falei para ele que o Brasil é um país que apoia qualquer outro país e é solidário desde que busquem a paz. Essa é a intenção dele. Não entramos na questão específica de algumas questões regionais. Mas a posição do Brasil é exatamente essa, o mundo é a nossa, casa e Deus está acima de tudo – declarou.

Bolsonaro ainda classificou o encontro com Putin como “bastante produtivo” e com “momentos de muita informalidade”. Bolsonaro e o líder russo conversaram por cerca de duas horas e também tiveram um almoço juntos.

Ainda na coletiva, o presidente brasileiro minimizou as críticas recebidas por causa do encontro, uma vez que a visita diplomática ocorre em meio ao isolamento de Putin e da Rússia em relação ao resto do mundo.

– O Brasil é um país soberano. Sim, tivemos informações de que alguns países gostariam que o evento não se realizasse. Alguns achavam que o pior poderia acontecer com nossa presença aqui. A leitura que eu tenho do presidente Putin é que ele é uma pessoa que também busca a paz – sinalizou.

Fonte: Pleno News