Nesta segunda-feira (7), o diretório paranaense do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB-PR) ingressou com ações judiciais contra o vereador petista Renato Freitas, que liderou invasão a uma igreja católica de Curitiba no último sábado (6).

A presidente regional da sigla, Marisa Lobo, afirmou que denunciou Freitas à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR), ao Ministério Público (MPPR) e à Câmara Municipal de Curitiba por intolerância religiosa. Ela pede que o mandato do vereador seja cassado. Para ela, a invasão foi um ato de cristofobia.

– Essa é a resposta aos atos de intolerância religiosa praticados pelo vereador Renato Freitas, que absurdamente invadiu a Igreja Nossa Senhora do Rosário, com dezenas de militantes do PT e do PCdoB, interrompendo a missa e constrangendo os fiéis – afirmou.

Este não é o primeiro pedido de cassação de qual Freitas é alvo. Como publicado pelo Pleno.News nesta segunda-feira (7), o vereador Eder Borges apresentou uma representação contra o petista, pedindo que o colega responda por quebra de decoro parlamentar e que seja punido com a perda do mandato. Leia mais aqui.

Fonte: Pleno News