Em uma estratégia claramente eleitoral, mirando em um público que representa atualmente cerca de 30% do eleitorado, o Partido dos Trabalhadores (PT) pretende lançar em março um podcast e um programa de entrevistas destinados aos evangélicos. A decisão da sigla tem como objetivo tentar disputar os votos dessa parcela da população com o presidente Jair Bolsonaro.

Um dos principais debatedores nos primeiros episódios dessa plataforma, que irá ao ar pela TVPT, canal do partido no YouTube e nas redes sociais, deve ser o pastor Paulo Marcelo, da Assembleia de Deus-Ministério do Belém. Marcelo também integra um outro projeto da campanha lulista, que prevê a realização de caravanas pelo país.

O podcast e o programa contarão com produção do empresário Silas Bitencourt, idealizador do reality gospel “Culto da Resistência”, promovido em setembro do ano passado, em Sorocaba (SP). A ideia é que os dois produtos a serem produzidos pelo PT tenham periodicidade quinzenal. O âncora dos primeiros programas será o sociólogo Sérgio Ribeiro, ex-prefeito de Carapicuíba.

Ao jornal O Estado de São Paulo, os organizadores do podcast do PT afirmaram que temas polêmicos, como aborto e união civil entre pessoas do mesmo sexo, também serão abordados nas entrevistas com os convidados.

– A estratégia é dialogar com o povo evangélico, que não necessariamente se orienta pela cúpula das igrejas. Queremos reconquistar o eleitor que já foi nosso e por alguma razão se afastou – afirmou o secretário de Comunicação do PT, Jilmar Tatto.

Fonte: Pleno News